KAMARADAS

VULCÃO LASCAR - CHILE (5.592 msnm)

Quando o J.R. apareceu com um convite a queima-roupa pra uma viagem de aventuras pelo CHILE e BOLIVIA eu pensei durante uma semana antes de dar a resposta. Apesar de ter achado o roteiro deles muito bom, eu  fiz um pedido: Queria encaixar uma subida de montanha, + precisamente um VULCÃO... como eles responderam SIM com isso eu definitivamente embarquei junto nessa jornada. Foi a primeira decisão importante. Teve muita coisa legal nessa viagem, mas hoje vou contar como foi a empreitada no vulcão LASCAR.

Salar de Atacama - Flamingos - Vulcão Lascar ao fundo - imagem da Internet s/ créditos


LASCAR na línguagem indígena QUECHUA significa LÍNGUA DE FOGO. É um vulcão ativo, com 5.592m de altitude, que fica aprox. 90Km ao sudeste de SAN PEDRO DE ATACAMA na região de Antofagasta-Chile. Teve várias erupções nos ultimos anos, sendo as duas mais expressivas em:


1993: Nesse ano o bicho pegou. Teve fluxo piroclástico e tudo. As cinzas do LASCAR vieram parar no BRASIL, vejam a noticia nesse link que é da pagina climatica da Prefeitura de Porto Alegre/RS. E também saiu aqui no jornal ZERO HORA.




2006: Noticia no EMOL nesse link


Lascar - 2006 - foto da internet sem créditos


Existem várias opções de trilha de montanha com vulcões na região de San Pedro de Atacama... as + procuradas são:

LICANCABUR (5.917m), é o mais expressivo, isso porque é onipresente, vísivel de todos os lados por ali, formato cônico e tradicional de um vulcão e quase dentro de San Pedro de Atacama (30km). Mas a subida se faz pela lado BOLIVIANO e são pelo menos 2 dias com aclimatação no Juriques com um pernoite em abrigo na belissima região da LAGUNA BLANCA. Nesse LINK tem um relato do falecido PAROFES sobre a subida nesse vulcão...

SAIRECABUR (6.040M), um pouco mais longe, mais alto, boa opção para fazer em um dia, fisicamente exige muito, mas tirei da lista apenas porque não é ativo.

CERRO TOCO (5.604m) é considerado o mais SUSSÊ da região. Caminhada curta, tem até uma estação astronomica em suas encostas. Tirei da lista porque também não é um vulcão ativo e fiquei com a falsa impressão de ser muito café-com-leite.

LASCAR (5.592m). Considerado o VULCÃO MAIS ATIVO DO CHILE, com direito a aprox. 200 tremores de terra todo santo dia. Não tem o formato conico, é mais achatado, isso porque seu cume desmoronou pra dentro da cratera nessas muitas erupções. O mais legal é que, igual ao Villarica, também tem fumarola na cratera o tempo todo e mais ainda: quando descobri que o LASCAR já visitou o Brasil com suas cinzas na erupção de 1993 eu pensei... POR QUE NÃO RETRIBUIR A VISITA? 


... Segunda decisão tomada, vulcão escolhido, e foi assim que o LASCAR entrou no roteiro...


 Vulcão Lascar (esq) e vulcão Aguas Calientes vistos da Laguna Lejia - foto by JOPZ

Uma vez definido QUAL O VULCÃO, veio a outra prioridade... escolher o melhor guia. Fiz contato com várias agencias (VULCANO, SUNWAY, VIVE ATACAMA, TOWANDA, SENDEROS e ROKA), e de todas a que melhor respondeu as questões técnicas, operacionais, combinado com muita simpatia foi o kamarada FREDY CAMPILLAY da agência ROKA TURISMO. Encontrei com ele 3 dias antes e conversamos pessoalmente. Kamarada simpatico, tomador de café,  fã de reggae, fala pouco, instrospectivo, perfeito para guiar uma turma de CURITIBANOS... e com isso a terceira decisão estava tomada. Guia contratado. Sinal de 1/3 pago. 

 Eu não sou JESUS, mas também caminhei sobre as águas...   ;-)    Foto by JOPZ


O dia da subida foi sábado 02 de agosto de 2014. Acordamos as 4h na nossa base em SAN PEDRO, fizemos litros de CHÁ DE COCA e começamos a beberragem. As 5h embarcamos no 4x4 e assim rodamos aprox. 100km (sendo uns 70km de asfalto) até a primeira parada na LAGUNA LEJIA. Partimos em cinco: JOPZ - J.R. - Dr. ANDRÉ - GUIA FREDY e MOTORISTA CARLINHOS.

  Mix de sal e gelo. Foto by JOPZ

As 6:30h a tal LAGUNA LEJIA estava com uma fina camada de gelo sobre as águas. O terreno ao redor também estava congelado e o vento cortando. Temperatura de -7,5 graus. Tomamos um café da manhã com sanduiches, frutas, biscoitos, café (estilo chileno, em pó e bem fraquinho) e muito chá de coca. 

 Sol nascente DUKA. Foto by J.R.BRUM

Além do café da manhã, foi dali que vimos um belíssimo nascer do sol. Expectativa a mil. A bota da SANTUÁRIO feita aqui em CWB provou ser muito boa, manteve meus pés protegidos e bem aquecidos mesmo pisando em pedras soltas, cinzas, gelo ou água congelante. O resto das roupas idem... Duas calças... Três camisetas... Corta-vento... Gorro dos YANKEES, apenas a minha luva que comprei em uma barraca de camelô ali no centrão de Curitiba não deu conta e fiquei com as mãos doendo de tanto frio. O guia me emprestou boas luvas e tudo pronto pra próxima fase...

 Da esq. p/ dta. JOPZ - ANDRÉ - J.R. Foto by Fredy

  Encostas do LASCAR. Foto by JOPZ

Com o 4X4 avançamos pela encosta do Lascar até 4.800m aproximadamente. O cume estava "pertinho", dava impressão que seria só sair correndo um pouco e chegariamos lá em alguns minutos... Mas era só impressão... Nesse dia haviam 5 equipes tentando o cume, acredito que apenas 1 não chegou lá (quando a gente estava descendo eles ainda estavam subindo e estavam longe).

  Laguna Lejia vista do LASCAR. Foto by JOPZ

A subida foi dura. O guia soube impor um ritmo lento e constante que nos ajudou bastante. Muitas paradas para recuperar o fôlego. Faltava ar. As vezes era quase como estar embaixo d'água. Sem guia eu teria saído bem mais rápido e com certeza cairia desmaiado na metade da subida. A altitude me deixou com uma intensa sensação de fraqueza. O J.R. teve náuseas. O André sofreu com uma forte dor de cabeça... coisas da altitude.

  J.R. subindo o LASCAR. Foto by JOPZ

A vista é espetacular. Dá pra ver vulcões, lagunas, salar, campos de lava e tanta coisa bonita debaixo daquele céu azul que é impossível descrever ou mostrar com fotos e vídeos. Alias com o ar rarefeito e a sensação de cansaço, não dava vontade de ficar tirando fotos. A minha vontade mesmo era sentar e ficar ali pra sempre, só olhando aquela paisagem absurdamente bonita, me abraçar com PACHAMAMA e virar um pedaço da montanha.

  Dr. André subindo o LASCAR. Foto by JOPZ

As encostas tem inclinação que pode não ser muito forte, porém a camada de pedras soltas complica bastante... cada passo pra frente rende menos porque a bota sempre volta um pouco. Essa trilha é perfeita para usar os bastões de caminhada. Ajudam a dar firmeza e ajudam a alivar o trabalho das pernas com um pouco da força dos braços. No vídeo abaixo dá pra sentir um pouco como é isso... EM ALTA MONTANHA O MELHOR É SEGUIR DEVAGAR E SEMPRE.


  Mano J.R. na boca de fumo da cratera. Foto by JOPZ

 Falta pouco até o cume. Foto by Fredy

  Vista do cume. Foto by JOPZ

Após 3h de subida chegamos na CRATERA. Muita fumarola e muito cheiro de enxofre, mas confesso que quando subi o VILLARICA com a Rubi estava muito pior o budum do vulcão. Com o vento a fumaça se espalha e por isso não vimos o fundo da cratera. Tem que usar um lenço sobre o nariz e a boca para diminuir o mal estar causado pela fumaça.

  Vista do cume. Foto by JOPZ

  Foto e frase by Fredy

"LA CUMBRE MAS ALTA ES LA QUE TU CORAZON CONQUISTA"

  Vista do cume. Foto by André David

  Vista do cume. Foto by JOPZ

O guia estimou a nossa subida em 4h, fizemos em 3:45h até o CUME. Um lanche rápido, muita hidratação, fotos, comemoração, mas infelizmente não deu pra ficar muito tempo curtindo. Nos não fizemos nenhuma aclimatação no dia anterior (a sugestão seria fazer o Cerro Toco), subimos direto e isso dificulta um pouco mais. Nosso tempo de cume foi de 20min aproximadamente.

Vista do cume. Foto by André David

 Vista do cume. Foto by J.R.BRUM

O médico oficial da nossa expedição, Dr. André, fez uma leitura de oxigenação no sangue e encontrou números como 74, 75 e 79... segundo ele mais do que suficientes pra "mandar entubar o paciente"... ou no nosso caso suficiente para COMEÇAR A DESCER A MONTANHA.

 Da esq. p/ dta. J.R., Dr. André e Jopz Rock'n Roll. Foto by Fredy

 A cratera do LASCAR. Foto by J.R.BRUM

Na imagem acima a cratera fumegante. Foi a melhor foto num dos raros momentos em que o vento não espalhou a fumaça na nossa cara. Diz a lenda que o Diabo vive dentro da cratera e "convida" todos que chegam na sua borda para pular lá dentro... parece que nesse dia ele não estava em casa, porque nenhum de nós teve tal impulso suicida. ALELUIA! E sinceramente se mora alguma entidade espiritual por ali, deve ser a PACHAMAMA isso sim, pois o lugar é maravilhoso e tem uma energia ótima.

  Descendo o Lascar. Foto by JOPZ

A descida escorregando naquelas pedras soltas é rápida. Em menos de 2h chegamos até a charanga. Nessa hora eu estava 1/2 zonzo, trocando os passos no piloto automático, bem estilo ZUMBI-DESCENDO-A-LADEIRA. No carro todo mundo moído. Cansaço intenso e generalizado. A dor de cabeça me pegou brabo nessa hora. O J.R. tava mais desidratado que o pó do deserto. Dr. André estava dormindo em pé, sentado e aposto que dormiria até de ponta cabeça e com o carro pegando fogo.

 Vulcão Lascar. Foto by JOPZ


Na volta paramos na estrada com essa ótima vista da FACE OESTE DO LASCAR. Lanche com frutas e suco. Hora de voltar pra pousada... Mas o dia não terminou por aí... A noite encontramos nossos amigos o casal Dr. ROBERTO e Dra. MEL e também o guia Fredy lá no restaurante ADOBE onde detonamos LOMO A LO POBRE, fizemos brindes com o clássico espumante VALDIVIESO (o mesmo do Villarica no niver da Rubi) e fechamos um dia único e inesquecível. Destaque para as TEORIAS VULCANICAS da Mel. E agora que já subi o vulcão mais turistico do Chile (VILLARICA), e também subi o vulcão mais ativo do CHILE (LASCAR), fiquei com vontade de subir o vulcão mais alto do mundo... então que venha OJOS DEL SALADO (6.885m). Quem topaz?

Lomo a lo pobre. Foto by JOPZ


CONCLUSÃO: subida cansativa, divertida, visu espetacular e com a orientação certa é muito segura. Agradecimentos ao guia FREDY pelo profissionalismo, apoio e motivação. Até as fotos que ele tirou da gente ficaram um SHOW. Agradecimento ao kamarada JOTA por ter me convidado pra essa super aventura pelo deserto. Congratulações ao kamarada André pela persistência. Para o André deixo uma MENÇÃO HONROSA, já que foi a primeira montanha que ele subiu na vida. Começou bem... subiu uma montanha que além disso é um vulcão e que além disso é ativo e fica acima dos 5.000m (alta montanha). Então aproveite o batismo TOP e KEEP WALKING my friend... logo logo com o casamento vc vai descobrir o mesmo que eu descobri após o vulcão Villarica... que subir vulcão é punk... mas punk mesmo é CASAR! Mas seja casamento, seja montanha, o esforço sempre vale muito a pena e traz ótimas recompensas e esta sem dúvidas é a decisão mais importante de todas. QUE TE VAIAS BIEN!

by JOPZ
BASE1 BRASIL
AGOSTO DE 2014


Informações Uteis:

Preço por pessoa: 100.000 pesos chilenos (R$ 380,00) por pessoa, incluindo transporte em 4X4, café da manhã, almoço e lanche, guia experiente com vários cursos de socorrista (ECOMED, RCP, NOLS), garrafas de oxigênio, kit primeiros socorros, celular por satélite, etc... 

8 comentários:

Mildão disse...

belas chapas!!!

Cezar and Léia disse...

wow Fotos incriveis e excelente relato dessa viagem aventura! Parabéns!
Na real eu sei que eu nao encarava uma subidinha dessas opssss, mas o Cezar com toda certeza!
Léia

Jonatan Israel Quadros disse...

Kamarada 1000DO, o lugar lá é tão E-PE-TA-CU-LAR que qualquer um vira fotografo TOP... rssssss

Princesa Léia eu acredito que tanto vc quanto o Cezar iriam curtir muito, pois o lugar tem tantas paisagens, vistas, angulos, luzes, cores que a sua paixão fotográfica iria aproveitar muito... quem sabe na proxima não levamos vc como FOTOGRAFA OFICIAL da expedição?

JOPZ

Anônimo disse...

Relato e aventura show! Leva eu lá?
Rb

Jonatan Israel Quadros disse...

;-)

Allan disse...

Parabéns pela subida ao Lascar. Poderia me passar o contato do FREDY CAMPILLAY da agência ROKA TURISMO. Obrigado. Allan

Allan disse...

Desculpe-me mas acabei de encontrar o e-mail em sua página. Obrigado. Allan

Jonatan Israel Quadros disse...

OBRIGADO pela visita Allan e com certeza na cia. do Fredy estarão muito bem acompanhados. Boa Subida então!

JOPZ