CAMINHO DO ITUPAVA 2018 - ESSA FOI 10

"Não procure Deus olhando para o céu. O procure em cada par de olhos, nas árvores, nas montanhas, em cada abraço e também nos animais. Como? Quando você enxerga Deus dentro de você mesmo, verá que é fácil o reconhecer em todos os lugares."

Sabadão dia 28/04 durante o feriadão de PRIMEIRO DE MAIO aproveitamos a onda de tempo seco, céu azul e calor que está estacionada por aqui faz duas semanas e simbora botar o PÉ NA TRILHA pelo CAMINHO DO ITUPAVA. 


Não foi a primeira vez que estive nessa região da Farinha Seca e Marumbi.

2000 - Marumbi com KID e BINDER
2003 - Marumbi com Rubi e J.R.
2008 - Itupava no feriado 15 de Novembro.
2010 - Anhangava e Pão de Loth com RUBI e MILDO JR
2011 - Itupava com 12 da turma do BETO.
2012 - Itupava com a Rubi e com o meu PAI.



Dessa vez a turma foi o pessoal do PÉ NA TRILHA + alguns kamaradas do JOPZ em um grupo de DEZ PESSOAS.  

Quem agitou a descida foi o BETO JANECZKO, mas ele trocou a descida pela travessia do LAGAMAR. 


Quem foi:

JOPZ da B1B

LEANDRO (TAG) da PÉ NA TRILHA

ANGELA da PÉ NA TRILHA

KELVIN da PÉ NA TRILHA

COMPADRE PIVA da EQUIPE GARBIN DE CORRIDAS DE RUA

FELIPE (AFILHADO) da EQUIPE GARBIN DE CORRIDAS DE RUA

ELOIR WEBER da EQUIPE LADA NIVA FOREVER

VANESSA JANECZKO da AMC e sua miguxa FABIANE

DANIEL (DAGU) do blog DAGUVASCO


Cabem até 15 pessoas na VAN mas optei em limitar o grupo em 10 pessoas porque assim a descida rende + para - , atrasa -  etc etc etc) e no fim deu certo... 

Até surgiram alguns  outros interessados, mas como sempre na HORA H são poucos os que de fato confirmam presença. 

Mas por certo que quem tinha que ir estava lá... MAKTUB.


Fechamos a trilha com 6:23h (tempo em movimento) e 10h de tempo total. 

Quilometragem do IAP até a VAN (Santuario Nhundiaquara) foi de 24,3Km.

Paradinha na Cachoeira, na Gruta, na Casa do Ipiranga, outra cachoeira, na Represa Véu de Noiva, no Cadeado e até um TCHIBUM no NHUNDIAQUARA lá embaixo da serra... ou seja... descida para conhecer e aproveitar.



Dessa X não vimos caranguejeiras, mas o FELIPE viu um macaco. Necas de cobras. No posto do IAP lá embaixo encontramos o WALDEMAR NICLEVICZ que está em fase de preparação para sua empreitada 4.000 dos ALPES.

Fui a pé da minha casa até o PONTO DE ENCONTRO que era em frente ao SHOPPING CURITIBA. Logo de cara matei um DOGÃO porque esse sim é um bom CAFÉ DA MANHÁ. Saída as 6:25h.

Contratei a CORREA TUR e deixo aqui um voto de RECOMENDAÇÃO, Van da FIAT , viatura nova, limpinha, pontual e com motorista cuidadoso. 

Contato: 41 9723 2160 com Emerson ou Eduardo.


Dia seco, nublado, levemente abafado. Esperava encontrar + gente na trilha. Saída do IAP as 7:30h da manhã já estávamos com o PÉ NA TRILHA a todo vapor. Aquecimento até a gruta do PÃO DE LOTH / BOA VISTA que é o ponto que marca o INICIO DA DESCIDA. 


Para saber mais sobre a história do CAMINHO DO ITUPAVA acesse esse LINK


6 anos após minha ultima descida, achei a trilha com cara de ABANDONADA. 

As pontes de madeira estão podres, caindo, meio penduradas, precisando de manutenção URGENTE. 

A grutinha que marca o inicio da descida (entre o Pão de Loth e o Boa Vista) está irreconhecível de tanta pichação. 

A casa do IPIRANGA pode mudar de nome para FAVELA DO IPIRANGA. 

A segunda grutinha pra pegar água lá no santuário do cadeado desbarrancou e não tem como acessar. 

Enfim, o único local que permanece aparentemente igual é a REPRESA VÉU DE NOIVA. 

Apesar desses problemas, o caminho continua bonito. A Floresta continua dominante com sua beleza e energia. O plano agora é fazer uma descida NOTURNA aproveitando a LUA CHEIA. 

 Felipe o cara que mais se divertiu nessa trilha e JOPZ na CASA DO IPIRANGA.

 Jopz andando na linha!



 Tai a famosa RAIZ DO LAGARTO




Pra terminar a pernada em grande estilo uma parada na POUSADA DONA SIROBA, onde sempre fomos bem recebidos. Banheiros limpos. Comida boa. Dessa vez ficamos só nos petiscos e ORIGINAL GELADA.



Hoje em dia o CAMINHO DO ITUPAVA não é mais uma ROTA COMERCIAL, é apenas um trilha para passeios e caminhadas. Não tem mais um sentido econômico, apenas turístico e ecológico. Então para fechar o meu relato, lembrei das tantas e tantas pessoas que já passaram por esse mesmo caminho ao longo desses ultimos SÉCULOS, pisaram nessas mesmas pedras, trabalhando como ESCRAVOS, COMERCIANTES,CAÇADORES, MERCADORES, enfim, gente de todos os tipos, raças, crenças etc etc etc, para todos esses que por algum motivo tiveram que passar por ali e superar seus limites físicos e espirituais, deixo uma frase de SANTO AGOSTINHO:


As pessoas viajam para admirar a altura das montanhas, as imensas ondas dos mares, o longo percurso dos rios, o vasto domínio do oceano, o movimento circular das estrelas, e no entanto elas passam por si mesmas sem se admirarem.
Santo Agostinho



by JOPZ da BASE1 BRASIL 
em abril de 2018.

3 comentários:

daguvasco disse...

Muito bom tudo, obrigado pelo convite.

JOPZ B1B disse...

Eu é que agradeço a paciência de TDS com as pequenas perdidas de rumo mas no fim chegamos antes do previsto.

Angela Ester disse...

Muito Legal Jopz! obrigada por nos chamar, o dia foi lindo!